Mudanças na vida acadêmica: como lidar e reconhecer a necessidade?

As mudanças são inevitáveis, principalmente inseridos em um novo mundo provocado pela COVID-19. Entretanto, já se perguntou o quão preparados e dispostos estamos à elas?

Por si só, a palavra mudança não é tão fácil de encarar, porque, ao mudar, é preciso ir de um ponto ao outro, encarar novas realidades, atividades, pessoas e questionamentos. Em suma, geralmente as mudanças nos levam a contextos que até então eram desconhecidos por nós.

Não há dúvidas de que o desconhecido nos traz insegurança, medo e incerteza, porque ficamos diante à inúmeras possibilidades e poucas certezas. Contudo, inseridos em um contexto de pandemia causada pela COVID-19, estamos experienciando fortemente a importância e necessidade de adaptação às mudanças – as quais podem ser impactadas por motivos controláveis por nós ou não.

A pergunta é: como você está lidando com as possibilidades de mudanças na sua vida profissional?

Vida profissional: zona de expansão contínua

Ao longo da nossa vida, a nossa carreira; isto é, as experiências e feitos no âmbito profissional, dita os rumos e caminhos que iremos seguir. Muitas das vezes, alcançamos lugares e postos inimagináveis, e acumulamos uma série de descobertas e aprendizagens.

Entretanto, em alguns momentos, estabilizamos e nos acomodamos à uma vida profissional que não nos desafia e não nos desenvolve mais. É a partir desta percepção que devemos pensar sobre as escolhas que estão sendo feitas e a necessidade de mudança.

Analise os fatores internos e externos e reflita sobre qual zona de conforto você se encontra:

• Zona morta: estagnação e desmotivação;

• Zona de conforto: satisfeito e complacente onde se encontra;

• Zona de pânico: desorientado e desesperado;

• Zona de expansão: energizado, focado e proativo.

Necessidade de mudança

Ser agente da sua vida profissional requer, primeiramente, autoconhecimento para que reconheça seus limites, habilidades, conhecimentos, atitudes e anseios. Desta forma, o processo de assumir responsabilidades, de criar alternativas e de fazer escolhas não imediatistas é facilitado.

Mesmo que a necessidade de mudança seja identificada e traga riscos e certa resistência, a etapa de exploração e aceitação do novo pode ser encarada de uma maneira menos leviana.

As sete experiências de Peter Drucker: faça a diferença na sua carreira

Peter Drucker, nascido na Áustria em 1909, foi um escritor, professor e consultor administrativo muito influente no que diz respeito as teorias das mudanças que nos desenvolvem profissionalmente.

Drucker defende que, a priori, as mudanças podem parecer uma sequência de acontecimentos negativos, mas os seus efeitos positivos e vantagens são percebidos durante o tempo. Profissionalmente falando, para nos destacarmos, é preciso que sejamos continuamente comprometidos, resilientes e que sempre tiremos boas lições durante os processos de mudança.

Abaixo, a lista das sete experiências de Peter Drucker para profissionais que anseiam fazer a diferença de maneira contínua:

  1. Meta e visão – é possível melhorar sempre;
  2. “Os deuses podem vê-la” – o grau de exigência e qualidade da sua carreira devem partir de você;
  3. Aprendizagem contínua – construção de uma base sólida de conhecimentos e preocupação em sempre revisar com capricho o que é feito;
  4. Revisão – estabelecer prioridades no trabalho;
  5. O que é necessário em uma nova posição? – concentrar-se nas novas exigências e desafios;
  6. Anotar e avaliar sempre – atentar aos pontos fortes e fracos;
  7. Ser lembrado – certifique-se de que está se esforçando para ser um profissional que faz a diferença.

A coordenadora da pós-graduação do Centro Universitário de Viçosa – Univiçosa, Adriana Cambuí, destaca que o “novo normal” que vamos e já estamos encarando devido à COVID-19 está nos trazendo uma imensidão de novos obstáculos e aprendizagens. “Estar preparado, munido de informações, conhecimentos e habilidades será o grande diferencial no mercado de trabalho”, concluí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *